loader

Densitometria óssea


Como funciona

Ele é realizado em uma máquina especial e a pessoa precisa apenas ficar deitada e imóvel durante sua realização. Não dói nem causa qualquer desconforto.

Os locais mais comumente avaliados são a coluna lombar e o fêmur (locais com maior risco de fratura por osteoporose), porém outros locais como o antebraço e o calcâneo também podem ser avaliados. Além disso, também é possível fazer uma medida do cálcio do corpo inteiro.

Idealmente, é um exame que deveria ser sempre realizado no mesmo aparelho (não basta ser da mesma marca e modelo; tem que ser exatamente no mesmo aparelho onde foi realizado o exame anterior) para que possa ser comprado com maior precisão com os exames anteriores e para que o acompanhamento seja mais efetivo. Porém, isto não quer dizer que o exame não possa ser feito em aparelhos diferentes; apenas não poderá haver uma comparação muito precisa com os exames anteriores.

A densitometria óssea utiliza raio-X para fazer esta avaliação e, portanto, não pode ser realizada em mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez.

Este exame, como qualquer outro de diagnóstico por imagem, após ser realizado, precisa ser cuidadosamente analisando por um médico especialista, o que demanda tempo e atenção. Portanto, lembre-se que nem sempre a liberação de um laudo e de um exame imediatamente após sua realização é sinônimo de qualidade e precisão, duas coisas que devem ser primordiais no cuidado de nossa saúde.

 

  • Colo femoral
  • Coluna lombar
  • Corpo inteiro
  • Densitometria Óssea
  • Fêmur total
Tags:

Compartilhar: